Meio Ambiente: sem educação, patinamos

Um estudo recente, entretanto, elaborado pela Universidade da Carolina do Norte e publicado pela revista Environmental Research Letters, alerta que esses veículos de mobilidade pessoal (VMP) podem produzir um grande impacto no meio ambiente.

A matéria do jornal El País ressalta a conclusão dos estudos feitos sobre a utilização dos famosos patinetes elétricos, indicando que têm maior impacto ambiental do que o uso do ônibus e carros mais econômicos.

Foto: divulgação Grin

A principal razão de fundo é o mal uso. Os patinetes deveriam durar 2 anos, mas sua vida média é de dois meses, e o impacto de sua fabricação e transporte sobre o meio ambiente supera os benefícios de sua utilização.

A falta de educação para o uso dos veículos pessoais também vem causando acidentes, e muitas empresas já proíbem seus funcionários de utilizarem o patinete para locomoção em trajetos relacionados com trabalho.

Não é um caso isolado. Muitas das 'soluções' ambientais carecem de análise sistêmica. Ao resolverem um problema pontual, criam outros maiores por não considerarem as variáveis de contexto.

Leia a matéria na íntegra neste link.