Yoga e massagem ayurvédica integradas

Atualizado: 5 de Jun de 2019


Com diz o mestre Pattabi Jois, "pratique e tudo virá."

Ashtanga Vinyasa Yoga é uma forma dinâmica de se praticar os asanas (posturas), caracterizada pela concentração na respiração (ujjayi). Ou seja, é a respiração sincronizada com movimentos e posturas.

A respiração torna a prática mais vigorosa e facilita a realização das posturas.

"É uma prática bem desafiadora, tem uma sequência de posturas pré-determinadas, permitindo confiança na lapidação da sequência" - afirma Fernanda Hahn, professora de Yoga e massoterapeuta.

"Ashtanga é uma meditação ativa, é um momento onde só existe você, o mundo se cala, sua mente se foca, a respiração vira movimento. É como se o mundo coubesse dentro de ti, sem o peso. Como se as dúvidas e questionamentos virassem ar. E realmente a única coisa que importa é você e seu mat." - Fernanda Hahn

A ideia é que se coloque a intenção a cada prática, já que a prática reflete a vida. É a importância de se estar no momento presente, vivendo-o integralmente e com intensa serenidade.

A massagem ayurvédica baseia-se na Ayurveda, a medicina tradicional da Índia, que considera que a doença é causada por pequenos desequilíbrios que tendem a aumentar com o passar do tempo e, se não forem corrigidos, originarão a enfermidade muito antes de podermos percebê-la. Restabelecer o equilíbrio é o principal objetivo da massagem.


Esta massagem terapêutica atua de modo profundo e abrangente na circulação em geral, seja sanguínea, linfática ou energética. Assim, promove o aumento da circulação periférica nos vasos capilares, o que reduz a pressão arterial e aumenta a oxigenação nos tecidos, de acordo com a Ayurveda.


Combinando essas duas práticas orientais, temos o melhor dos mundos: a Yoga Massagem Ayurvédica, que combina a respiração e as posturas da Yoga com os benefícios terapêuticos da Ayurveda.

Apesar de ainda não muito difundida no Brasil, a Yoga Massagem Ayurvédica, ou YMA, como também é conhecida, não é nenhuma novidade: foi criada na Índia, na década de 80, pela indiana Kusum Modak.

Com toques profundos e vigorosos e utilizando mãos e pés, essa técnica alia os amassamentos e deslizamentos da tradicional massagem ayurvédica, com sequências de asanas (posturas), técnicas de respiração e meditação, oriundas do Yoga.

Diferente de uma massagem relaxante, na YMA o paciente não fica totalmente passivo, apenas recebendo a massagem; e sim, participando ativamente dos movimentos. Isso faz com que quem esteja recebendo a massagem precise estar consciente o tempo todo. Por esse motivo, a Yoga Massagem Ayurvédica é considerada uma ferramenta terapêutica.

Vale a pena experimentar.


Serviço: Fernanda Hahn - professora e massoterapeuta - +5511 989 169 464