É o Zuckerberg, mas é 'deepfake'

Atualizado: 15 de Jun de 2019


A preocupação com as 'fake news' aumenta na medida em que a habilidade de manipular informações cresce. O vídeo falso do Zuckerberg está circulando no Instagram. Esse tipo de vídeo montagem não é nova, mas está ficando mais popular. A técnica de produção desse tipo de vídeo é baseada em 'deep learning' (inteligência artificial), e foi apelidada de 'deepfake'. O processo 'padrão' consiste em decupar um vídeo original da pessoa que será vítima da falsificação, isolando os fonemas básicos de sua língua (inglês, no caso do Zuckerberg) e os 'visemas' (expressões faciais) correspondentes a cada fonema. A partir daí, basta digitar o texto que o algoritmo faz a montagem.

Veja a matéria completa do Updateordie neste link.