Cuide bem da sua marca


Na esteira do movimento de boicote dos anunciantes às redes sociais que não tomem ações efetivas para controle dos posts "inadequados" (particularmente discursos de ódio), complementando a crescente preocupação com celebridades digitais polêmicas e as blacklists da mídia programática, retomamos um conceito que se perdeu com a chegada da era digital. Para o anunciante, a mídia oferece momentos de atenção contextualizada. Quem ignora esse fato, joga dinheiro fora e corre riscos. Qualquer que seja a plataforma, é melhor pagar um pouco mais para falar com o consumidor no lugar certo e no momento adequado. O retorno sobre o investimento é maior, e não há riscos.

Unilever, Coca-cola e dezenas de outras marcas já aderiram ao movimento Stop Hate for Profit e suspenderam seus investimentos nas redes, exigindo providências.


Mais detalhes na matéria da CNN.